1º Congresso sobre o Património Industrial

Março 17 2010

Sexta-feira, 14 de Maio

 

9h00 – Recepção dos participantes

 

Sala 1:

10h00 – 11h30 : Sessão de Abertura

Vereador do Pelouro do Património Municipal da Câmara Municipal de Vila do Conde, Prof. Doutor Vítor Manuel Moreira Costa

Subdirector do Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico, Prof. Doutor João Pedro Cunha Ribeiro

Subdirectora do Instituto dos Museus e da Conservação, Dra. Maria da Graça da Silveira Filipe

Presidente da Associação Portuguesa para o Património Industrial, Prof. Doutor José Manuel Lopes Cordeiro

 

Conferência inaugural :

Património Industrial e Paisagens Culturais em Espanha, Miguel Ángel Álvarez Areces (Presidente do TICCIH Espanha)

11h30 – 11h45 : Pausa para café

11h45 – 13h00 : Painel temático 3 – Museologia

11h45 – 12h15 : Conferência : Património industrial: políticas e práticas de salvaguarda e musealização: o caso do Museu de Lanifícios da Universidade da Beira Interior, Elisa Calado Pinheiro (Directora do Museu de Lanifícios da Universidade da Beira Interior, Covilhã)

12h15 – 12h45 : Museu da Chapelaria 2010. Marcas de Identidade, Suzana Menezes (Directora do Museu da Chapelaria, S. João da Madeira)

12h45 – 13h00 : Debate

13h00 – 14h30 : Almoço livre

 

 

14h30 – 16h00 : Visita à Fábrica de Chocolate Imperial (Local de concentração: Centro de Memória)


Sala 1 (Sessões simultâneas na parte da tarde)

16h30 – 18h30 : Painel temático 2 – Salvaguarda e divulgação do património industrial

16h30 – 17h00 : Preservar o passado, estimular o presente e desafiar o futuro, José Manuel Fernandes (Director-Geral da Ach. Brito)

17h00 – 17h30 : Património Industrial: a herança desprezada …, José Miguel Vieira (Administrador da Viarco)

17h30 – 18h00 : Fundação PT- Projecto, História e Património, Óscar Vieira (Administrador Delegado da Fundação PT)

18h00 – 18h30 : Debate

 

Sala 2 (Sessões simultâneas na parte da tarde)

16h30 – 18h30 : Painel temático 4 – Turismo industrial

16h30 – 17h00 : Conferência : Xatic: uma organização em rede para o turismo industrial, Josep Maria Pey (Gerente da Xatic – Rede de Turismo Industrial da Catalunha)

17h00 – 17h30 : Conferência : Título a designar, Sofia Ferreira (Entidade Turismo do Porto e Norte de Portugal)

17h30 – 18h00 : Conferência : Valorização do património industrial corticeiro e fileira associada, Sofia Carrusca (Associação Rota da Cortiça, São Brás de Alportel)

18h00 – 18h30 : Debate

 

 

Sábado, 15 de Maio (Sessões simultâneas na parte da manhã)

 

Sala 1:

10h00 – 13h15: Painel temático 1 – Investigação em arqueologia e património industrial : Comunicações (30’ cada)

10h00 – 10h30 : Património Industrial – A Empresa de Moagem do Fundão, Ld.ª e a Indústria Moageira Portuguesa do Século XX, Rui Maneira Cunha (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa)

10h30 – 11h00 : Gestão de Paisagens Mineiras – Casos de estudo no Reino Unido e sua aplicabilidade em Portugal, Leonor Medeiros (Associação Portuguesa para o Património Industrial)

11h00 – 11h15 : Debate

 

11h15 – 11h30 : Pausa para café

 

11h30 – 12h00 : Análise e descrição da Ponte de Ferro sobre o rio Guadarrama do caminho de ferro  Madrid-Almorox como exemplo de património histórico, Manuel García García (Universidad Politécnica de Madrid) e Fernando Blaya Haro (Universidad Politécnica de Madrid)

12h00 – 12h30 : Intervenções arqueológicas nas Fábricas de Cerâmica de Massarelos e do Senhor do Além, Graça Pereira, Liliana Barbosa, Ricardo Teixeira, Teresa Silva e Vítor Fonseca (Arqueologia & Património)

12h30 – 13h00: Documentários sobre as indústrias: um património a descobrir, Paulo Miguel Andrade da Cruz Martins (Escola Superior de Artes e Design, Caldas da Rainha)

13h00 – 13h15 : Debate

 

13h15 – 14h30 : Almoço livre

 

 

14h30 – 16h15 : Painel temático 1 – Investigação em arqueologia e património industrial : Comunicações (30’ cada)

14h30 – 15h00 : Estudo e Inventário do Património Industrial de Vila do Conde, Liliana Pereira (Gabinete de Arqueologia Municipal de Vila do Conde e Associação Portuguesa para o Património Industrial) e Paulo Costa Pinto (Gabinete de Arqueologia Municipal de Vila do Conde)

15h00 – 16h15 : Painel temático 4 – Turismo industrial : Comunicações (30’ cada)

15h00 – 15h30 : Sobre a dinâmica de construção da Rota do Património Industrial do Vale do Ave: alguns desafios sociais e institucionais, Virgílio Borges Pereira (coordenador), António Teixeira Fernandes, José Madureira Pinto, Carla Aurélia de Almeida, Ester Gomes da Silva, João Queirós, Bruno Monteiro, Inês Coelho, Sandra Leitão (Faculdade de Letras, Universidade do Porto)

15h30 – 16h00 : 1ª Feira Ibérica de Turismo Industrial, Hugo Vicente (Director da Feira Ibérica)

16h00 – 16h15 : Debate

 

16h15 – 16h45 : Pausa para café

 

16h45 – 18h30 : Painel temático 2 – Salvaguarda e divulgação do património industrial

16h45 – 17h15 : Património Industrial e Educação: o passado e o futuro desta relação, Manuel Ferreira Rodrigues (Universidade de Aveiro)

17h15 – 17h45: A Fábrica de Porcelana da Vista Alegre – uma proposta integrada de preservação e interpretação do património da empresa, Filipa Quatorze (Coordenadora do Museu Histórico da Vista Alegre, Ílhavo)

17h45 – 18h15 : Painel temático 3 – Museologia : Recriação sonora desenvolvidas para património industrial, Rui Avelans Coelho (RealizaSom)

18h15 – 18h30 : Debate

 

Sala 2:

 

10h00 – 11h15 : Painel temático 1 – Investigação em arqueologia e património industrial : Comunicações (30’ cada)

10h00 – 10h30 : Moinhos hidráulicos do tramo alto do rio Almar (Ávila, Espanha). Um exemplo de Património Industrial em perigo de desaparição, Francisco Reyes Téllez (Universidad Rey Juan Carlos, Madrid)

10h30 – 11h00 : Os moinhos hidráulicos na Serra de la Demanda (Burgos, Espanha), Félix Palomero Aragón (Universidad Rey Juan Carlos, Madrid) e Gonzalo Viñuales Ferreiro (Universidad Rey Juan Carlos, Madrid)

11h00 – 11h15 : Debate

 

11h15 – 11h15 : Pausa para café

 

11h15 – 11h45 : Painel temático 1 – Investigação em arqueologia e património industrial : Comunicações (30’ cada) : As soluções do alojamento operário no Porto: a prática de uma Arquitectura Económica, Saudável e Cómoda na transição da Monarquia para a I República, Eliseu Gonçalves (Faculdade de Arquitectura, Universidade do Porto)

11h45 – 13h30 : Painel temático 5 – Reabilitação de edifícios industriais : Comunicações (30’ cada) :

11h45 – 12h15 : Reconverter o Armazém Frigorífico de Bacalhau da marginal do Porto: uma experiência de projecto, Carlos Prata (Sócio-gerente de Carlos Prata - Gabinete de Arquitectura e Serviços, Lda.)

12h15 – 12h45 : Projecto para alteração da utilização da fracção do Imóvel de Interesse Patrimonial e seu corpo adjacente, sito na Rua José Falcão, nº 180, Porto, Joana Rafael (Joana Rafael, arquitecta)

12h45 – 13h15 : O Loft (n)O Património Industrial (d)A Cidade – a reconversão em habitação no centro urbano, Luísa Pimentel Martins (Câmara Municipal de Cantanhede e João Eduardo Marta - Gabinete de Projectos, Lda.)

13h15 – 13h30 : Debate

 

13h30 – 14h30 : Almoço livre

 

Sábado, 15 de Maio

21h00 : Visita guiada à Exposição patente no Centro de Memória pelo autor, pintor Jorge Curval

22h00 : Concerto de Jazz pela Minnemann Blues Band (no Centro de Memória)

 

 

Domingo, 16 de Maio

 

10h00 – 13h00 : Visitas ao património industrial de Vila do Conde (Local de concentração: Centro de Memória)

10h00 – 12h00 : Visita ao património industrial de Vila do Conde: Narfil, Bairro Social Delfim Ferreira, Estação Aquicola , Azenha da Retorta, Sociedade Industrial de Mindelo (a confirmar)

12h00 – 13h00 : Visita ao Núcleo Museológico de Vilar da Fundação PT (Museu Vivo da Comutação Manual)

publicado por Património Industrial às 12:08
Tags:

Centro de Memória de Vila do Conde. 14, 15 e 16 de Maio de 2010
pesquisar
 
blogs SAPO